REDE IDEB BRASIL
    Comentários com:
    'idebTema: treinamento e/ou compromisso dos professores'

    Se desejar acrescentar um comentário coloque seu número INEP e sua senha original
    (se esqueceu a senha coloque seu número INEP e marque aqui: )

    E: OU:


  1. CE:
    infelizmente alguns professores e gestores acham que a responsabilidade do ideb é so das salas do 2º, 5º e9º

  2. CE:
    eu coordenadora dessa escola, informo que nossa escola precisa de um apoio maior da sme/mec para que possamos desenvolver melhor as atividades pedagógicas; nossa infra estrutura precisa ser melhorada, os equipamentos mobiliários e informatizados precisam ser adquiridos e inovados.informo ainda que, apesar dessa escola ser localizada em uma área de risco, com foco em usuários de drogas, as crianças em sua maioria são bem assistidas pelos os pais, apesar das condições mínimas de sobrevivência.atualmente nossa escola atende crianças de 2 a 5 anos de idade, portanto não há como avaliar os resultados do ideb. nossa escola é bastante aceita pela comunidade, nós temos profissionais muito dedicados as atividades relevantes ao ensino aprendizagem. os pais lamentam não ofertarmos vagas para fundamental i em seus anos iniciais até 2º ano por exemplo. espero que nessa nova gestão possamos conseguir esse objetivo, pois clientela nós temos.espero que nosso salário melhore, pois ganho menos que um salário mínimo como coordenadora, é absurdo, sou graduada, pós graduada, passei numa seleção através de concurso e não entendo tanto descaso com os profissionais da educação.informo que os recursos são repassados com muita demora pela escola mãe para os anexos, e seus valores não são suficientes para atender a demanda.

  3. MG:
    nossa escola tem procurado desenvolver um trabalho de responsabilidade e que envolva toda a comunidade escolar para sanar as dificuldades de aprendizado dos alunos. sabemos que ainda há muito o que fazer e que o melhor caminho é estar sempre em capacitação. por isso incentivamos todo o corpo docente, principalmente quanto à inclusão. esperamos continuar melhorando o ideb.

  4. MG:
    a escola estadual doutor eduardo montandon, desenvolve um trabalho sério, mantendo-se informada dos seus resultados nas avaliações externas e ideb, lançando mão dos mesmos para nortear o seu trabalho, planejando de
    acordo com as dificuldades detectadas nas avaliações, buscando a melhoria dos resultados sempre.
    porém, por questões alheias a nossa vontade, nos últimos dois anos, nossa escola caiu um pouco nas avaliações externas,teve seu ideb rebaixado, o que acreditamos estar vinculado à mudança intensa de professores e outros fatores que também influenciaram significativamente neste resultado. estando hoje com seu quadro de funcionários definido pelas nomeações de 2016, sem comemoração de copa no país, esperamos maior sequência no trabalho, melhor qualidade e consequentemente melhores resultados.

  5. MG:
    para a melhoria do desempenho dos alunos e consequentemente do ideb das escolas, vejo que primeiramente as escolas deveriam atender apenas uma modalidade como é a nossa.que as escolas fossem somente de ensino fundamental anos iniciais;somente do ensino fundamental anos finais e somente ensino médio para que o foco fosse mais concentrado na modalidade de ensino.
    seria necessário ainda que o quadro pessoal fosse mais amplo,que os professores de apoio ao aluno com necessidade especial fossem disponibilizados sem demora aos alunos;que cada escola tivesse vice-diretor,por turno,que cada escola tivessem professores alfabetizadores para intervenção pedagógica,que cada escola tivesse orientador,pois são muitos os problemas psicológicos em decorrência dos problemas sociais,falta de estrutura familiar. que houvessem mais treinamentos para os professores e melhores salários pois um salário condizente é muito motivador.
    sugiro ainda que as professores para os anos iniciais tivessem formação do curso normal,magistério a nível médio, além da graduação a nível superior.

  6. MG:
    acredito na educação. podemos ajudar muito mais do que já fazemos. para tanto seria necessário mais seriedade e políticas públicas. outro fator importante são os recursos financeiros, pois necessitamos refazer urgentemente o banheiro dos alunos, pois se encontra extremamente precário.
    apesar de nosso ideb estar além da meta, necessitamos de acompanhamento, ou pelo menos materiais para auxiliar nossos professores, pois apesar de seu profissionalismo, precisam de estímulo e atualização.

  7. MG:

    o ideb é um para índice importantíssimo para o planejamento escolar, mas como política pública com foco na melhoria destes resultados , as ações ainda são muito primárias. não há investimento de acordo com a necessidade da escola, principalmente na formação continuada dos professores e especialistas. há uma ênfase enorme nos resultados mas não se preocupam com o processo.

  8. MG:
    o indice do ideb de nossa escola é baixo e precisa de mais investimento em nossos professores e equipamantos para nossa escola.

  9. MS:
    infelizmente, nem todos da comunidade escolar tomam consciência do seu papel e se dedicam a melhorar o nível de aprendizagem, em especial os pais, parte dos alunos e uma pequena parte da equipe docente, também nos falta recursos financeiros para melhorar o ambiente escolar, uma boa estética também é um incentivo a se dedicar aos estudos, nossa escola está a quase 15 anos sem reformar, sistema hidráulico e elétrico é o original de 28 anos atrás quando foi inaugurada, a internet é fraca e oscila, na ste, não tem computadores o suficiente para atender individualmente os alunos, temos 37 computadores, mas apenas 20 funcionando bem, falta funcionários como bibliotecários, inspetores, porteiros e até mesmo cozinheira, nossa escola está num bairro de pessoas de baixa renda, trabalhadores na sua maioria, que passam o dia inteiro fora e pouco acompanham a vida escolar dos filhos, mesmo com tamanhas dificuldades conseguimos elevar nosso índice do ideb, no fundamental i estamos acima da meta, no fundamental ii, melhoramos a nota anterior, mas ainda não atingimos a meta, mas estamos próximos.

  10. MS:
    considero que os resultados do ideb apontam direções que temos a seguir, mas ainda nos falta apoio operacional da parte administrativa que está há anos escassa, com quadro administrativo baixíssimo e com profissionais descompromissados. este é um grave entrave na questão de melhora da qualidade. a escola não é limpa adequadamente, a merenda por conta dos recursos sofreu uma queda grande na qualidade e diversidade. tememos que isso possa comprometer nossos resultados, pois faz parte do contexto.no mais, tenho um grupo de professores extremamente comprometidos mas que precisam de formação e incentivo. nos falta também coordenadores pedagógicos compromissados e conscientes de suas atribuições.

  11. MS:
    acredito que o ideb é um sistema muito importante para desenvolver e melhorar a aprendizagem dos estudantes, porém é necessário uma política de formação para professores que ainda não conseguem utilizar os descritores para auxiliar e melhorar os pontos fracos de seus alunos.

  12. MT:
    não aparecem na pesquisa mas uma das coisas que também prejudica bastante são as rotatividades dos professores na escola, pois dificulta as formações continuadas e também a continuidade dos trabalhos com os alunos pois as vezes chega a trocar até quatro vezes no ano. isto prejudica muito o desenvolvimento dos alunos e a continuidade dos trabalhos. acredito que com as avaliações externas principalmente do ideb a educação deu um salto de qualidade e rendimento pois hj ha uma preocupação muito grande com o como a criança está aprendendo. e as formações continuadas ganharam mais atenção e qualidade e aplicabilidade na sala durante a formação.

  13. MT:
    boa tarde!!!
    acredito que muita coisa melhorou em nosso município depois dessa gestão (prefeito) se elegeu. a merenda vem com qualidade e variada com acompanhamento de nutricionista que elabora um cardápio diário. os professores estão sempre recebendo formações continuadas e já elaboramos nossa própria base comum curricular no ano de 2015 que dá um suporte para as escolas municipais. conseguimos elevar a média do ideb da nossa escola com muito trabalho e dedicação dos profissionais da educação. mudamos nossa maneira de avaliar o aluno, continuamos a aplicar as avaliações, porém pegamos os modelos das avaliações oficiais (provinha brasil, prova brasil, ana) e as não oficiais que são elaboradas pela rede municipal e aplicada em todas as escolas municipais no 1º e 2º semestres as chamadas aief (avaliação interna da educação fundamental).com isso vimos que a qualidade da educação na nossa escola vem melhorando e esperamos alcançar ainda mais os nossos objetivos.

  14. MT:
    nossa escola vem apresentando grandes avanços no ideb,tudo isso fruto de empenho e dedicação principalmente dos professores do 1º ciclo que dão continuidade de turma com os alunos, os mesmos ficam 3 anos com a mesma turma dando continuidade no processo de alfabetização e o curso do pacto contribuiu significativamente nos avanços da aprendizagem das criança, pois preparou melhor nossos professores. também temos ótimos professores no 2º ciclo, mas ainda temos professores que saíram recentemente da faculdade com pouca didática de ensino. percebemos que na verdade a faculdade em seu currículo não prepara bem os professores é na pratica do dia a dia e através de boa formação continuada que os mesmos se desenvolve. acreditamos que o sucesso e procura grande de vagas na nossa escola se firma com bons professores. a equipe gestora junto com os professores fazem avaliações de acompanhamento e evolução do aprendizado do aluno. o planejamento acontece de forma coletiva e o reforço escolar para os alunos com dificuldades são feitos fielmente semanal pelos professores. ao mesmo tempo também se percebe que a valorização salarial cada ano vem regredindo, sendo cada vez mais menos atrativa a profissão de professor. há muitos anos atrás a profissão era mais respeitada e valorizada pelo governo e sociedade. ainda temos a esperança de um futuro melhor para a educação com valorização e respeito do governo e sociedade pois o educador é o que forma todas as profissões. mesmo diante de momentos tormentosos que nosso pais vem atravessando não podemos desistir e perder nossa fé e esperança de dia melhores. o que mais nos alegra é perceber que ainda diante de tamanhos desafios encontrados na sala de aula podemos contribuir motivando cidadãos com respeito ao próximo e sonhadores para buscar um futuro melhor para si próprio e toda sociedade.

  15. MT:
    precisamos de incentivos a formação dos professores, mas também de equipamentos atualizados para atender o alunado, bem como de estratégias sociais que facilitem a vinda dos pais a escola. a nota do ideb é resultado insuficiente para dizer da qualidade de ensino de escola, em uma região de passagem como a nossa, pois as famílias mudam todo o tempo de cidade, poucos são os alunos que chegam ao 5º ano sem terem mudado de escola e de cidade ao menos duas vezes. mas entendo que ao avaliar o 2º ano ano com a provinha brasil e o 3º ano com a ana, começamos a delinear um perfil do trabalho e das direção que a escola deve seguir para melhorar.

  16. MT:
    precisamos de acompanhamento por parte da secretária de educação em loco,pois somos da educação do campo e nem sempre nossa duvidas são esclarecidas. e segundo a gestão passada não aparece a nota do ideb, motivos de baixo numero de alunos matriculados.pedimos que olhem com mais carinho os projetos que são enviados pela escola, pois até o presente momento, nenhum foi aprovado, pois é de grande valor para os professores e alunos.
    na parte pedagógica que se faça valer o que vem nas portarias, pois este ano tive que trabalhar (04) meses sem coordenador pedagógico, pois a mesma pediu licença e não pode contratar ninguém em seu lugar, apesar dessa falha, tive auxilio dos professores e funcionários onde todos contribuirão com dedicação para que as ações planejadas fossem realizadas com exito.

  17. MT:
    estou na direção há pouco tempo, sou substituta,respondi conforme meus conhecimentos. acredito que a nota do ideb aqui na escola tem que melhorar, mas precisamos de mais respaldo da secretaria. oferecer treinamento para os professores e comunicar aos pais da importância da nota, em que isso é bom para os alunos e para a escola.

  18. PA:
    que através dos resultados do ideb e do questionário respondido, o fnde/mec possa viabilizar mais recursos para formação continuada do professor e de mais agentes que contribuem no processo educativo, melhoria da infra estrutura das salas de aula (climatização, etc...), criação de uma rede com a acesso a internet nas unidades escolares para o aluno e professor e aquisição de material de suporte pedagógico.

  19. PE:
    a gestão tem-se preocupado muito com o desempenho da escola no ideb, que nas últimas edições tem melhorado bastante. porém falta vontade política para melhorarmos cada vez mais, tais como, mais verbas, aulas de complementação de aprendizagem, melhor condições de estrutura da escola, professores bem capacitados e maior participação dos pais e/ou responsáveis em reuniões e eventos da escola.

  20. PR:
    considero o resultado do ideb importante para planejarmos novas estratégias dentro da escola. usamos ele para delinearmos novos caminhos, na busca da superação interna.
    compreendemos que a escola sozinha não consegue vencer todos obstáculos e precisamos de políticas públicas para resolvê-los, principalmente no que diz respeito a investimentos em novos equipamentos, infraestrutura e formação para os professores.

  21. PR:
    analiso que a pesquisa deve vir ao encontro do fim maior da instituição de ensino. para tal inúmeras dessa pergunta se fossem de cunho subjetivo teriam respostas na dimensão que as políticas articuladas para tais fins são fragmentadas, e que as instituições de ensino apenas recebem os resultados do ideb e não contam com estrutura na área de tecnologias, de formação de professores que possa dar uma nova projeção para tal fato.

  22. PR:
    neste ultimo resultado do ideb nossa escola obteve um índice alto de aproveitamento, pois nossa penúltima nota foi 47 e neste ano tivemos um grande salto de qualidade para 70. isso foi o resultado de muito planejamento, comprometimento da escola como um todo, avaliações constantes, reuniões com os pais, atendimento em contra turno aos alunos com maior dificuldade, enfim a escola se mobilizou para atingirmos nossa meta.

  23. PR:
    felizmente, o colégio estadual castro alves conta com a participação efetiva dos pais no sentido de cobrar mais estudo dos filhos e temos uma organização interna muito boa o que ajuda no comprometimento dos profissionais que trabalham aqui. somos, este ano, a escola estadual com maior nota do ideb, no paraná e isso nos enche de orgulho e satisfação pelo trabalho que realizamos.

  24. RJ:
    o ce fany niskier está inerido em uma comunidade entre a zona urbana e rural.um grande problema é a infrequência dos alunos do enisno médio! isto não consta na pesquisa! a maioria dos professores é bastante comprometida, mas as condições de trabalho poderiam ser melhores. não há espaço para algumas atividade importantes como quadra esportiva, sendo necessário sair do colégio e usar a quadra instalada no bairro, de responsabilidade da prefeitura. nosso laboratório de informática está sucateado e o espaço da sala não é favorável! os baixos salários e a falta de reajuste a quase três anos também compromete a motivação!! as metas do ideb deveriam refletir melhor as peculiaridades de cada realidade.

  25. RS:
    facilitaria muito a obtenção de índices superiores do ideb se tivéssemos numa realidade em que pudéssemos obter maior participação dos pais na escola , juntamente com uma melhor rede de formações para os professores e fundamentalmente programas de melhoria dos sistemas tecnológicos, integrados entre os entes envolvidos no processo educacional ( mec/secretarias/escolas).

  26. RS:
    estamos muito feliz com o resultado do ideb/2015 de nossa escola. é resultado de muito esforço, iniciativa e comprometimentos de tosos os profissionais desta escola. todos aqui têm desejo em oferecer uma educação de ótima qualidade.

  27. RS:
    lamentamos o fato de não ter os resultados do ideb da escola muito presentes no dia a dia, no planejamento das práticas pedagógicas. isso se deve ao fato das inúmeras tarefas práticas e burocráticas que tanto professores como direção e coordenação desempenham. avaliar os resultados do ideb, requer avaliar conteúdos, metodologias e os conhecimentos pretendidos, aliando esses resultados a conhecimentos práticos e teóricos. essa tarefa a escola realiza, porém não considera as avaliações externas propriamente. entendemos também que para melhorar a qualidade do ensino e aumentar as notas de avaliações externas e da escola, é necessário a formação ( treinamento) dos professores, especificamente em suas áreas. também reconhecemos que o envolvimento dos pais precisa ser maior.

  28. RS:
    a escola superou a meta proposta pelo ideb em 2015 para o ensino fundamental e a tendência para 2016 é de que este índice se mantenha. contudo no ensino médio, embora não haja resultados para 2015, o que se observa é um baixo interesse dos alunos e dos professores. muitos estão descomprometidos com a educação, não têm seriedade em desenvolver seu trabalho, justificando que o governo não lhes valoriza, assim também trabalham pelo que recebem. isso é triste, pois sendo gestora - diretora, percebo isso como um grande desafio a ser trabalhado e superado.

  29. RS:
    acredito que se nós professores tivéssemos melhores salários, condições de trabalho e formação continuada na escola teríamos melhores possibilidades para realizar um processo de ensino-aprendizagem de melhor qualidade e, consequentemente, contribuir para um melhor resultado no ideb.

  30. RS:
    percebo que existe uma contradição entre o incentivo do mec na melhoria do ensino apontado no ideb e as políticas educacionais que vem adotando. se fala em melhoria de ensino, mas não se fala em qualificação e remuneração dos profissionais que trabalham na educação. existe uma política de negligenciamento dos profissionais da educação.

  31. RS:
    acredito que seja muito importante alcançar cada vez mais os índices do ideb, inclusive aumentando esses índices para que nosso alunos tenha um maior aprendizado, nossa escola trabalha com qualidade de ensino, visando que nosso aluno tenha cada vez mais condições de vivencias no mundo que o espera. contamos com professores qualificados e toda uma rede de ensino que acompanha e trabalha projetos de melhorias.

  32. RS:
    para que as metas do ideb sejam atingidas,envolve vários fatores.a participacão das familias,o comprometimento dos professores,juntamente com baixos salários,faz com que muitas vezes os objetivos não são alcançados.mas acredito que devemos acreditar que vale a pena ser professor.

  33. RS:
    pensamos que é muito importante fazer avaliações na escola, porém o resultado do ideb não será satisfatório devido a atual situação da escola pública:falta de investimentos em infraestrutura, formação e valorização dos servidores.

  34. SC:
    o ideb é um dos instrumentos para melhorar mostra a qualidade de ensino. porém investimentos mais efetivos na educação, principalmente na capacitação dos profissionais tem quer ser mais investido. outro ponto importante é que os investimentos em tecnologias sejam feitos de forma mais competente.

  35. SC:
    são diversos fatores que levam a temos uma ideb abaixo da media.

    - formação deficiente de professores, associado a baixos salários.
    - escola gerenciada por gereds que que na sua grande maioria são políticos sem o minimo conhecimento da realidade de uma sala de aula.
    - total ausência da família, na sua grande maioria desestruturadas e sem comprometimento nenhum com a educação dos filhos.
    - politicas publicas desvinculadas da realidade da sala de aula atual.
    - falta de estrutura física minima para o desenvolvimento de um bom aprendizado (como quadra coberta, sala de informatica com computadores atuais e internet com banda larga)



  36. SC:
    percebe-se que o comprometimento,rotatividade, formação e satisfação dos profissionais da educação afeta diretamente o desempenho e qualidade do ensino. também contribui significativamente na aprendizagem o acompanhamento familiar que os alunos recebem. a escola avalia que a educação integral é bem mais abrangente que os índices que o ideb aponta, podendo, o mesmo, ser aperfeiçoado, considerando as diversas habilidades e saberes.

  37. SC:
    alguns fatores para o não aumento do ideb são a grande rotatividade dos professores, falta de comprometimento, de capacitação adequada, de estrutura física, materiais e equipamentos para a realização de aulas práticas e demonstrativas. a escola não dispõem de laboratórios e auditório para que as atividades envolvam os alunos de forma interativa, capaz de ressignificar as aprendizagens.

  38. SC:
    bom dia,

    acredito que os resultados do baixo ideb, da nossa escola, além dos itens citados acima, são;

    - professores despreparados;
    - muitos professores contratados somente por um ano, isso impede que os professores criem um vínculo com a comunidade escolar e conheça a sua realidade;
    - as provas brasil não estão dentro da realidade contextual da escola, é uma prova única para todo o brasil
    - anota do ideb não reflete a nossa realidade.

  39. SC:
    a creditamos que a maior dificuldade encontrada em melhorar os índices de ideb, é o tempo necessário para o planejamento e o comprometimento de todos os envolvidos nesse processo. alguns professores, alunos e famílias são descomprometidos. a escola precisa de espaço (tempo) para se deter mais em o planejamento e acompanhamento pedagógico.

  40. SC:
    percebe-se que são muitos os entraves para que os resultados educacionais sejam positivos.
    os resultados ruins obtidos no ideb por exemplo, são frutos de uma escola despreparada para receber a demanda de professores desmotivados com seus salários, despreparados em relação as exigências da sociedade atual, da falta de políticas publicas adequadas e da própria ausência da família na escola.

  41. SC:
    prezados senhores desta pesquisa.
    infelizmente
    minha insatisfação pessoal como diretora de escola:
    dimensão administrativa: falta de profissionais

    para atuar na área.
    dimenssão fisica: ambiente acolhedor.
    dimensão financeira: poucos recursos. dimensâo pedagógica:

    falta de compromisso e o descaso dos profissionais da
    educação - falta formação acadêmica destes profissionais
    desde
    a universidade. plano de cargos e salários
    que não contribui com educação de qualidade:1.
    mal remunerados;
    não reconhece o professor
    com habilitação em projetos.
    3. as licenças premios,
    licença saude, licença nojo e atestados médicos implicam na
    organização educacional ,
    bem como no processo ensino
    aprendizagem pois o sistema é demorado na admissão de outro

    professor para atuar na respectiva disciplina. exemplo:
    o professor vai ao médico, este dá um atestado médico com cid,

    o professor
    volta para a escola e apresenta o atestado.
    a assistente de educação marca a perícia e agendado para o dia seguinte.

    da perícia lança no sistema e em cima de liberação é aberta a vaga no sistema.
    dá-se a escolha. se for escolhida ok
    ou quando não for escolhida fica no sistema até um professor escolhe.
    enquanto isso a escola tem que dar suporte.
    isso leva pelo menos de 4 a 5 dias.
    ( ano de 2015,
    842 faltas de professor)como fica o ideb?
    concluindo: falta políticas educacionais que priorizem a educação e professores capacitados e comprometidos
    que realmente atuem de forma diferenciada, intencional e que promova o aluno nas suas aprendizagens,
    tendo como resultado um cidadão consciente, atuante e participativo nas sua ações.
    elma westphal kwitschal - diretora da escola.

  42. SC:
    o processo ensino-aprendizagem requer entre outros aspectos, condições melhores de trabalho. nestes dois anos devido o andamento de obras na escola de reforma, ampliação e restauro, tivemos funcionamento quase ininterrupto, ou seja, matutino, intermediário, vespertino e noturno, o que denota dificuldades relacionadas ao horário e condições de aprendizagem aos nossos alunos. no entanto, os professores e gestores da melhor forma possível procuraram trabalhar com esmero e profissionalismo. aguardamos ansiosos 2017, em que a escola retornará ao seu turno de trabalho normal. o ideb de nossa instituição está acima do índice do município de são francisco do sul, porém, é preciso continuar os esforços através de aulas mais criativas e retomada de projetos com os alunos, o que estimula a aprendizagem.

  43. SC:
    o ideb da nossa escola é baixo, atribuímos esse resultado a diversos fatores: alta rotatividade dos professores; professores atuam em até três escolas para fechar a carga horária; falta de interesse dos alunos; pais que não acompanham o desempenho dos filhos; falta de equipamentos de informática; famílias que se mudam em qualquer época do ano, não se importando com o estudo dos filhos. alunos que não estudam e tampouco trabalham.

  44. SC:
    devido a baixa do ideb nos anos finais solicitamos formação continuada, investimentos em tecnologia e materiais didáticos pedagógicos e melhoria em infraestrutura.

  45. SC:
    o ideb é um indicador da qualidade de ensino. porém, está supervalorizado. a prova brasil não considera a realidade da escola. o ideb é único índice para medir a qualidade de ensino, não considerando as questões formativas e cidadãs propostas pela legislação educacional.
    outros fatores deveriam compor tal nota, visto que há fatores além da prova a serem verificados.
    o poder público investe muito pouco para melhorar a qualidade efetiva da escola. falta: formação para professores, melhores salários, carreira atraente, infraestrutura adequada, recursos tecnológicos, condições de trabalho, etc. apenas se visa o índice, sem a preocupação se isso se efetiva na prática. senão, como explicar que, apesar do aumento do ideb, os resultados nas avaliações internacionais alcançados pelo país estão em decadência? que evolução existe aí?
    enfim, consideramos o ideb um dos indicadores para discussão e planejamento, mas não nos atemos a isso como prioridade absoluta. buscamos investir naquilo que é possível, de acordo com o que podemos oferecer para melhorar nosso ensino.

  46. SC:
    temos interesse em aumentar o índice do ideb de nossa unidade escolar. desejamos a oferta de mais cursos para os profissionais da educação, uma maior autonomia nas escolas para que pudéssemos contratar professores act´s, sendo que os que fazem um bom trabalho poderiam permanecer dando continuidade.

  47. SC:
    eu mesma realizei os estudos com meus docentes nesses dois anos, sobre a proposta curricular do estado de santa catarina e sobre a base nacional comum curricular,e percebi que nossos educadores não apreciam estudar, ler. e esse é um dos nossos maiores impasses, formação, aperfeiçoamento docente, abertura para o novo, preparação para trabalhar diferente, com um público heterogêneo. os alunos são outros hoje e os professores são os mesmos de ontem, com as mesmas práticas e estratégias esperando resultados diferentes. o resultado do ideb é um fator muito relevante, pois apresenta não somente os alunos com dificuldades, bem como, o fato de como essa dificuldade tem sido trabalhada, temos alunos que reprovaram por duas vezes no mesmo ano, e o resultado foi o mesmo por que?
    porque o aluno teve um novo ano para rever suas ações, sua dedicação e dificuldades, porém o ensino foi o mesmo, os procedimentos adotados pelos docentes também. então, percebe-se que os profissionais hoje necessitam de um olhar diferenciado, uma formação que foque no olhar para a heterogeneidade.

  48. SP:
    penso que a secretaria da educação de nossa cidade, têm nos fornecidos meios para que nosso ideb crescesse gradativamente,através de cursos e repensássemos sobre as notas obtidas em anos anteriores para que criássemos em conjunto em um plano de ação para as turmas.

  49. SP:
    nossa escola está muito bem no que diz respeito a meta do ideb, apesar de problemas com as instalações, pois não temos quadra de esportes, biblioteca, nenhum laboratório , sala de professores, sala para direção e coordenação. temos apenas o básico e o mais importante - sala de aula e professores responsáveis e dedicados apesar dos baixos salários,

  50. SP:
    nossa escola encontra-se no capão redondo. nossa comunidade é boa, os pais costumam participar dos eventos da escola, e ate com relação a indisciplina dos mesmos. são pais participativos.
    o nosso maior problema pelo menos e, o que tenho percebido nestes quase dez anos de atividades na gestão, está justamente na formação dos professores, mais precisamente no empenho e vontade das coordenadoras. as formadoras precisariam acreditar nas políticas públicas e na educação, pois exercem suas funções desacreditando quem está na ponta e precisa de incentivo. ao colocar-me na posição de professora desta unidade educacional não sei se teria vontade de desenvolver um trabalho onde uma coordenadora diz não ter condições de desenvolver um trabalho elaborado por um governo que distribui bolsas disso e daquilo.acredito que mais do que qualquer outro cargo dentro de uma escola o de coordenador(a), deveria sim passar por um conselho der escola ser referendado por este, e que os indices do ideb fossem valorizados e divuldados para que a comunidade se apropriassem deles num sentido de melhora educacional. entre direção e coordenação existe um vaco que deve ser preenchido, senão trabalharemos sempre no vazio.

  51. SP:
    são quatro anos nessa unidade escolar. temos um quadro de professores comprometidos, que se envolvem com os alunos, sempre buscando aprimorar o processo de ensino/aprendizagem. a nota do ideb é um reflexo do trabalho aqui desenvolvido. a baixa rotatividade de professores, o apoio da secretaria municipal de educação e da oficina pedagógica, muito nos auxiliam. também temos a presença de um coordenador atuante, que trabalha de forma integrada com a direção, professores e funcionários. quanto a participação da família, não é como desejamos, mas é bem além do que temos visto em outros locais. trabalhar em equipe é fator primordial para o sucesso da escola.

  52. TO:
    é muito importante trabalhar e conhecer as metas do ideb para cada instituição de ensino. porém o que nos deixa de mãos atadas é o fato de ser o professor o agente principal deste processo e muitas vezes não assume o seu papel, o que reflete diretamente nos resultados adquiridos pela escola.


  53. 25/08/2019 16:58:59