REDE IDEB BRASIL
    Comentários com:
    'idebTema: défict de aprendizagem dos alunos'

    Se desejar acrescentar um comentário coloque seu número INEP e sua senha original
    (se esqueceu a senha coloque seu número INEP e marque aqui: )

    E: OU:


  1. AL:
    a nota do ideb de 2015, fez-no refletir sobre o desenvolvimento dos nossos alunos mostrando-nos que estamos no caminho certo nos anos iniciais do ensino fundamental, porém nos anos finais precisamos avançar muito, precisamos ter um trabalho diferenciado de outros anos buscando metodologias que atendam as necessidades desses alunos, já que os alunos do 6º ao 9º ano vem de realidades diferentes uns dos outros trazendo para escola grandes desafios como o de alfabetizar alguns que chegam na escola com grande deficit de aprendizagem.

  2. MG:
    a escola atingir a meta do ideb buscando o aluno com dificuldade com atividades diferenciadas de acordo com o nivel do aluno.

  3. MG:
    consideramos que a nota que esta escola alcançou no ideb, tanto nos anos iniciais quanto finais do ensino fundamental, esteve dentro do esperado, pois, desenvolvemos um trabalho consciente e conhecemos muito bem a diversidade de nossa clientela que apresenta, em sua maioria muita dificuldade em aprender e/ou grande desinteresse pelos estudos, pois não vêem a eficiência do aproveitamento do mesmo na sociedade atual.

  4. MG:

    o ideb retrata a realidade da escola ele deveria ser melhor utilizado pelas politicas publicas de apoio à escola.
    medidas deveriam ser tomadas em relaçao aos alunos de baixo desempenho,pois constata-se a falha porem nao se toma decisao de resoluçao do problema.

  5. MS:
    ainda não alcançamos nosso índice, porém estamos trabalhando para isso. nossa escola possui apenas o 5º ano nos anos iniciais do ensino fundamental e isso impede que possamos acompanhar todo o processo de alfabetização dos alunos, mas nos empenharemos em diminuir o déficit na aprendizagem dos alunos nas disciplinas avaliadas. em relação aos anos finais, parece pouco, mas subimos 0,7 no ideb e nossa meta é alcançarmos o índice esperado nessa próxima avaliação.

  6. MS:
    grande parte dos nossos alunos são de zona rural, que faltam muito devido ao transporte que sempre está quebrado, ou não buscam os alunos em período chuvosos, devido má conservação das estradas. os pais participam muito pouco da vida escolar dos seus filhos. como nossa escola só atende as séries finais do ensino fundamental, muitos alunos que veem de outras escolas, que possuem ideb maiores do que os da nossa escola, e chegam no 6º ano, com muita dificuldade na leitura, escrita e interpretação, demandam mais tempo para que o professor consiga sanar essas dificuldades. muitas vezes, nem dá tempo do professor trabalhar muito bem com esses alunos, pois os pais mudam muito de cidade, pois trabalham em área rural, e quando não encontram trabalho no município,obrigam-se a ir para outros municípios. essa grande rotatividade por parte dos alunos, prejudicam muito o processo ensino aprendizagem.

  7. MS:
    a base é de fundamental importância para evolução dos resultados futuros do ideb. estamos trabalhando pra isso. acredito que os próximos resultados serão melhores, pois estamos investindo na alfabetização dos alunos, com a participação dos pais.

  8. MT:
    precisamos de incentivos a formação dos professores, mas também de equipamentos atualizados para atender o alunado, bem como de estratégias sociais que facilitem a vinda dos pais a escola. a nota do ideb é resultado insuficiente para dizer da qualidade de ensino de escola, em uma região de passagem como a nossa, pois as famílias mudam todo o tempo de cidade, poucos são os alunos que chegam ao 5º ano sem terem mudado de escola e de cidade ao menos duas vezes. mas entendo que ao avaliar o 2º ano ano com a provinha brasil e o 3º ano com a ana, começamos a delinear um perfil do trabalho e das direção que a escola deve seguir para melhorar.

  9. RS:
    nossa escola teve o ideb de 4.9, pois a turma que realizou essa avaliação é uma turma diferenciada, com alunos atendidos no aee e outros com bastante dificuldade de aprendizagem. quanto aos equipamentos enfrentamos o problema da quantidade reduzida de computadores atualmente com apenas dez que estão em funcionamento, tornando difícil o trabalho nesse sentido.o ideal seria ampliar esse espaço bem como os equipamentos. outra situação enfrentada é o desinteresse por parte de alguns alunos que embora a escola insista os mesmos continuam sem interesse pelo estudo.

  10. SP:
    a nota do ideb sem duvidas nos dá um norte para detectarmos os erros e acertos de nossa escola. a comunidade escolar tem uma parceria muito grande com a escola e exigem juntamente com a unidade escolar a responsabilidade e comprometimento de nossas crianças quanto aos estudos.
    acredito que deveria ser muito bem repensado sobre a questão de alunos com necessidades educacionais especiais, pois no decorrer do ano letivo os professores desenvolvem um trabalho diferenciado para com esses alunos, devido ao grau de dificuldade que apresentam e, no momento em que serão avaliados eles se dão conta de que o nivel da avaliação é o mesmo que os demais colegas,e não é aplicada uma avaliação diferenciada, de acordo com suas necessidades. isso gera um desconforto muito grande e muito sofrimento para com esses alunos.


  11. 22/01/2020 23:05:06