REDE IDEB BRASIL
    Comentários com:
    'idebTema: políticas públicas e/ou apoio às escolas'

    Se desejar acrescentar um comentário coloque seu número INEP e sua senha original
    (se esqueceu a senha coloque seu número INEP e marque aqui: )

    E: OU:


  1. AM:
    o ideb é fator motivante para incentivar os professores a melhorarem a qualidade de suas aulas. ao verem os resultados do seu trabalho refletidos em boa nota no ideb, há uma satisfação e sentimento de dever cumprido. apesar das instalações físicas de nossa escola apresentarem precariedade e a comunidade atendida ser uma área vermelha, os profissionais se esforçam para transmitir aos alunos um ensino de excelência, em detrimento das poucas políticas de incentivo apresentadas pelos governantes.

  2. AM:
    sugiro que sejam trabalhados de forma eficaz políticas publicas referente as dificuldades que a escola enfrenta para ser ter bons resultados no ideb. por exemplo, a escola enfrenta dificuldades quanto a desistência do aluno, drogas, distorção idade e outros.

  3. BA:
    diante das informações prestadas,esperamos melhorias e apoio para promovermos as mudanças necessárias para avançarmos na melhoria em busca das metas do ideb.

  4. CE:
    mesmo com todas as dificuldades de instalação, equipamentos e políticas públicas para melhoria do ensino, a escola vem desempenhando com esforços, participação das famílias, corpo docente e núcleo gestor para uma qualidade no aprendizado discente, tendo em vista os resultados alcançados ao longo dos anos, conforme dados apresentados no ideb.

  5. GO:
    acreditamos que uma educação só irá ter sucesso através de parcerias, com: família, outras unidades escolares, secretaria municipal de educação, subsecretaria e governo federal e outros. só assim, atingiremos o melhor índice no ideb. os nossos alunos vão estar mais preparados para realizar as avaliações que são necessárias.
    obtendo assim, o sucesso que almejamos para uma educação de qualidade.

  6. MA:
    para que o ideb das escolas públicas realmente melhore, é necessário que as políticas educacionais existam na prática e não apenas na teoria, são inúmeros os problemas das escolas públicas e infelizmente na maioria das vezes não se tem o apoio necessário.

  7. MG:
    acredito que os �ndices do ideb balizam o nosso trabalho de forma positiva e motivadora. alguns princ�pios precisam ser aprimorados de acordo com as pol�ticas educacionais de cada cidade ou unidade escolar.

  8. MG:
    para a melhoria do desempenho dos alunos e consequentemente do ideb das escolas, vejo que primeiramente as escolas deveriam atender apenas uma modalidade como é a nossa.que as escolas fossem somente de ensino fundamental anos iniciais;somente do ensino fundamental anos finais e somente ensino médio para que o foco fosse mais concentrado na modalidade de ensino.
    seria necessário ainda que o quadro pessoal fosse mais amplo,que os professores de apoio ao aluno com necessidade especial fossem disponibilizados sem demora aos alunos;que cada escola tivesse vice-diretor,por turno,que cada escola tivessem professores alfabetizadores para intervenção pedagógica,que cada escola tivesse orientador,pois são muitos os problemas psicológicos em decorrência dos problemas sociais,falta de estrutura familiar. que houvessem mais treinamentos para os professores e melhores salários pois um salário condizente é muito motivador.
    sugiro ainda que as professores para os anos iniciais tivessem formação do curso normal,magistério a nível médio, além da graduação a nível superior.

  9. MG:
    fico feliz em fazer parte desta pesquisa principalmente por já ter um resultado de ideb que ultrapasse as metas estabelecidas.mas sabendo que ainda temos muito a crescer e melhorar . nos sentimos impotentes quando não recebemos um apoio merecido do governo federal para que nossos projetos saiam do papel. com a aprovação da pec 55, então, nos preocupamos imensamente com futuro da educação, que perderá o já parco investimento realizado para realizar as muitas melhorias necessárias. em relação ao apoio municipal estamos muito satisfeitos com a atenção e carinho. mas sabemos também que com a dificuldade que as prefeituras enfrentam nos dias atuais fica difícil cumprir com todas as necessidades. continuamos nosso trabalho com a esperança de dias melhores para nossa nação.

  10. MG:
    apesar de estarmos em 2016 as notas do ideb tendem a despencar devido a alta rotatividade de professores que voltou a existir no estado de minas gerais após o fim da lc 100.

  11. MG:
    o objetivo principal das políticas públicas educacionais é aumentar o número de aprovações, inclusive a nota do ideb tem como um de seus fatores, o percentual de aprovações da escola; não se preocupando com a qualidade do ensino nas escolas públicas.

  12. MG:
    considero importante termos indicadores de qualidade como o ideb, no entanto acredito que deveríamos ter acesso à relatórios mais aprofundados sobre a contexto escolar diagnosticado. além disso, os indicadores de qualidade deveriam, de fato, produzir políticas públicas que conseguissem atender as especifidades de cada escola (maior descentralização de recursos e maior autonomia para a gestão dos recursos na própria escola). além disso, o ideb poderia ser base de dados para a implementação de políticas de meritocracia. o mérito não deveria ser a partir da comparação de diferentes escolas e realidades, mas em função dos resultados da própria escola. ou seja, incentivar os professores e escolas que conseguissem melhorar seus indicadores.

  13. MG:
    o governo precisa aliar os investimentos ao ideb

  14. MS:
    a base é de fundamental importância para evolução dos resultados futuros do ideb. estamos trabalhando pra isso. acredito que os próximos resultados serão melhores, pois estamos investindo na alfabetização dos alunos, com a participação dos pais.

  15. MT:
    o resultado do ideb é muito importante para a escola, penso que , para alcançarmos os objetivos e metas é preciso fazer um trabalho de parceria entre escola, secretaria, pais e alunos. no âmbito escolar são vários os problemas, violência, a não participação dos pais, a distancia entre escola e secretaria, etc. muitas das vezes nos sentimos angustiados, querendo resolver e não sabendo que caminho tomar.

  16. MT:
    não aparecem na pesquisa mas uma das coisas que também prejudica bastante são as rotatividades dos professores na escola, pois dificulta as formações continuadas e também a continuidade dos trabalhos com os alunos pois as vezes chega a trocar até quatro vezes no ano. isto prejudica muito o desenvolvimento dos alunos e a continuidade dos trabalhos. acredito que com as avaliações externas principalmente do ideb a educação deu um salto de qualidade e rendimento pois hj ha uma preocupação muito grande com o como a criança está aprendendo. e as formações continuadas ganharam mais atenção e qualidade e aplicabilidade na sala durante a formação.

  17. MT:
    na trajetória da escola em relação ao ideb, já avançamos muito, porém acreditamos que ainda temos muito a progredir. o principal fator é a falta de interesse por parte de alguma famílias, é nítida a diferença no desenvolvimento dos alunos que as famílias são comprometidas, outro fator é a movimentação de alunos, pois como nosso município é novo e oriundo de um assentamento agrário, não possui ainda uma estabilidade econômica, havendo assim, muita entrada e saída de alunos ao longo do ano letivo. precisamos avançar, em parcerias com outros órgãos como: saúde, cras, conselho tutelar, assistência social para solucionar problemas que sozinhos não conseguimos progredir, até mesmo as políticas públicas( ciclo) que muitas vezes avança o aluno sem o conhecimento necessário. precisamos sempre de formação continuada em todos os segmentos.

  18. MT:
    precisamos de acompanhamento por parte da secretária de educação em loco,pois somos da educação do campo e nem sempre nossa duvidas são esclarecidas. e segundo a gestão passada não aparece a nota do ideb, motivos de baixo numero de alunos matriculados.pedimos que olhem com mais carinho os projetos que são enviados pela escola, pois até o presente momento, nenhum foi aprovado, pois é de grande valor para os professores e alunos.
    na parte pedagógica que se faça valer o que vem nas portarias, pois este ano tive que trabalhar (04) meses sem coordenador pedagógico, pois a mesma pediu licença e não pode contratar ninguém em seu lugar, apesar dessa falha, tive auxilio dos professores e funcionários onde todos contribuirão com dedicação para que as ações planejadas fossem realizadas com exito.

  19. MT:
    estou na direção há pouco tempo, sou substituta,respondi conforme meus conhecimentos. acredito que a nota do ideb aqui na escola tem que melhorar, mas precisamos de mais respaldo da secretaria. oferecer treinamento para os professores e comunicar aos pais da importância da nota, em que isso é bom para os alunos e para a escola.

  20. PB:
    para que se tenha uma boa aprendizagem, se faz necessário um envolvimento de todos os segmentos da escola. embora a equipe escolar tenha um compromisso com os seus discentes, se faz necessário a presença da família dentro da escola, para que tenhamos um laço maior e assim poder contribuir para aumentar a aprendizagem dos alunos. mas também, precisamos de políticas públicas que venha melhorar a vida da comunidade a qual está inserida a escola. outro item importante que está envolvido na aprendizagem do aluno, é a renda familiar, onde o baixo salário colabora para a saída dos pais de casa em busca de qualquer atividade que melhore a renda, onde muitas vezes procuram a marginalidade, dinheiro fácil, como meio de sobrevivência ocasionando a entrada nos meios obscuros da vida, onde em alguns casos ha um envolvimento muito grande que se depara com o mundo da marginalidade e assim desestrutura toda a sua família, atrapalhando a vida dos seus filhos e tudo isso vem acarretar na escola, prejudicando a sua aprendizagem. tudo isso são consequências que vão interferir diretamente na vida escolar do aluno e também nas atividades em que a escola propõe para o crescimento do discente como cidadão. o ideb veio para contribuir com as práticas escolares, em que o seu resultado serve como ponto de avaliação do rendimento escolar.

  21. PR:
    considero o resultado do ideb importante para planejarmos novas estratégias dentro da escola. usamos ele para delinearmos novos caminhos, na busca da superação interna.
    compreendemos que a escola sozinha não consegue vencer todos obstáculos e precisamos de políticas públicas para resolvê-los, principalmente no que diz respeito a investimentos em novos equipamentos, infraestrutura e formação para os professores.

  22. PR:
    analiso que a pesquisa deve vir ao encontro do fim maior da instituição de ensino. para tal inúmeras dessa pergunta se fossem de cunho subjetivo teriam respostas na dimensão que as políticas articuladas para tais fins são fragmentadas, e que as instituições de ensino apenas recebem os resultados do ideb e não contam com estrutura na área de tecnologias, de formação de professores que possa dar uma nova projeção para tal fato.

  23. RN:
    assumi a gestão da escola esse ano e me entristeceu o resultado do ideb. avaliando a situação constatamos que a falta de interesse dos alunos e da família são fundamentais nesse processo. outro agravante são as políticas públicas que não existem. e hoje o nosso sistema educacional colabora de certo modo para que os alunos não tenho interesse em estudar.mas, mesmo diante das dificuldades, estamos lutando para voltar ao nosso nível anterior no ideb, que era sempre crescente até então.

  24. RO:
    esta instituição de ensino atende crianças de 1º ao 5º ano do ensino fundamental, assim, a nota do ideb passa a ser importante mais para os pais que para os alunos. um dos maiores desafios encontrados pelos profissionais desta instituições de ensino está relacionada à inclusão de alunos deficientes, pois há pouco apoio da secretaria, especialmente relacionado a pessoal de suporte/cuidadores e profissionais habilitados/qualificados para o atendimento diferenciado, bem como os materiais necessários e adequados, tendo em vista o grande aumento de deficiências, nas mais diversas especialidades.

  25. RS:
    hà baixa divulgação por parte da secretaria de educação dos resultados do ideb. o que não favorece o debate e a busca por melhores resultados. a nossa escola foi a melhor colocada na alfabetização e só ficamos sabendo do fato
    por intermédio de terceiros.no ideb do ano passado ficamos entre as melhores escolas da capital gaúcha e também
    não tivemos qualquer manifestação por parte da secretaria de educação.

  26. RS:
    precisamos melhorar nosso índice no ideb, mas para isso precisamos de melhores políticas para a educação e valorização dos nossos profissionais.

  27. RS:
    infelizmente, a politica de sucateamento da educação está cada vez mais forte, deixando a escola com poucos recursos repassados e professores preocupados com as contas vencendo e salário parcelado. o ideb é importante para saber o diagnóstico da escola, portanto ele é sempre levado em consideração no planejamento pedagógico.

  28. SC:
    nosso ideb, poderia ser melhor se não tivessemos trocas excessivas de professores.

  29. SC:
    ocorreu uma baixa no índice do ideb em nossa escola, em função da turma de correção de fluxo dos anos finais, índice elevado de reprovação dos sextos e sétimos anos do ensino fundamental e devido a constante substituição de professores.

  30. SC:
    são diversos fatores que levam a temos uma ideb abaixo da media.

    - formação deficiente de professores, associado a baixos salários.
    - escola gerenciada por gereds que que na sua grande maioria são políticos sem o minimo conhecimento da realidade de uma sala de aula.
    - total ausência da família, na sua grande maioria desestruturadas e sem comprometimento nenhum com a educação dos filhos.
    - politicas publicas desvinculadas da realidade da sala de aula atual.
    - falta de estrutura física minima para o desenvolvimento de um bom aprendizado (como quadra coberta, sala de informatica com computadores atuais e internet com banda larga)



  31. SC:
    nos últimos 8 anos com os investimentos do governo municipal e federal o ideb do município de navegantes e deste unidade escolar aumentou significativamente, superando as metas propostas. a melhorias na infraestrutura dos prédios escolares, ar-condicionado nas salas de aula, lousas digitais com internet, apostilas positivo, fornecimento de kits escolares e uniformes para os alunos, salas de informática, salas multifuncionais, merenda de ótima qualidade e formação continuada para professores aumentaram a qualidade do ensino, resultando no índice do ideb.

  32. SC:
    percebe-se que são muitos os entraves para que os resultados educacionais sejam positivos.
    os resultados ruins obtidos no ideb por exemplo, são frutos de uma escola despreparada para receber a demanda de professores desmotivados com seus salários, despreparados em relação as exigências da sociedade atual, da falta de políticas publicas adequadas e da própria ausência da família na escola.

  33. SC:
    o ideb foge do nosso alcance quando ocorre fluxo muito grande. temos recebido muitos alunos de município de baixo idh de santa catarina e paraná. temos enfrentado nos últimos anos um declínio muito grande do material humano. nossa escola também tem somente turmas do ensino fundamental anos finais e assim não conseguimos iniciar um trabalho desde a formação inicial de nossos alunos. temos enfrentado taxas altas de reprovação pois pelas proeficiências comparando com outras escolas de nossa região teriamos alcançado a meta em 2015.

  34. SC:
    sou gestor há 7 anos e visto a camisa pelo meu trabalho, resgato valores nos alunos e tenho o trabalho como premissa em minha vida, infelizmente a burocracia atrapalha enormemente a gestão escolar, simplesmente os planejadores ou pelo menos alguns dos planejadores da educação creio eu, nunca estiveram em uma sala de aula, pois o excesso burocrático é enorme, o descaso dos governos tanto federal como estadual atrapalham o desenvolvimento de programas importantes como o mais educação por exemplo que me fez criar expectativas na escola e estamos há 2 anos sem receber os recursos para desenvolvê-lo! com isso certamente nosso ideb caiu assustadoramente nos anos iniciais!

  35. SC:
    o ideb é um indicador da qualidade de ensino. porém, está supervalorizado. a prova brasil não considera a realidade da escola. o ideb é único índice para medir a qualidade de ensino, não considerando as questões formativas e cidadãs propostas pela legislação educacional.
    outros fatores deveriam compor tal nota, visto que há fatores além da prova a serem verificados.
    o poder público investe muito pouco para melhorar a qualidade efetiva da escola. falta: formação para professores, melhores salários, carreira atraente, infraestrutura adequada, recursos tecnológicos, condições de trabalho, etc. apenas se visa o índice, sem a preocupação se isso se efetiva na prática. senão, como explicar que, apesar do aumento do ideb, os resultados nas avaliações internacionais alcançados pelo país estão em decadência? que evolução existe aí?
    enfim, consideramos o ideb um dos indicadores para discussão e planejamento, mas não nos atemos a isso como prioridade absoluta. buscamos investir naquilo que é possível, de acordo com o que podemos oferecer para melhorar nosso ensino.

  36. SP:
    penso que a secretaria da educação de nossa cidade, têm nos fornecidos meios para que nosso ideb crescesse gradativamente,através de cursos e repensássemos sobre as notas obtidas em anos anteriores para que criássemos em conjunto em um plano de ação para as turmas.

  37. SP:
    tem-se valorado muito o resultado do ideb apenas para classificar as escolas como sendo boas ou ruins, no entanto, não se considera:
    1. os subterfúgios que muitos gestores usam solicitando que os alunos com baixo rendimento ou com deficiência façam a prova;
    2. inserção de alunos em distorção idade/série pela própria secretaria de educação;
    3. rotatividade dos alunos em determinadas regiões pela sua comunidade migratória;
    4. escolas com processos de transformação que vêm buscando propostas pedagógicas consideradas inovadoras e que apesar de serem reconhecidas pelo mec, não entram na pontuação;
    5. o não investimento real em formação e verificação por parte do poder público para a melhoria da qualidade da educação no país;
    6. falta de investimento em arte e cultura que são as bases para uma educação mais eficiente.

    utilizamos para o planejamento de nossas ações, apenas os descritores de lp e mat, pois os consideramos como saberes mínimos necessários para a aprendizagem dos nossos alunos, sendo complementada com valores e vivência na cidadania.


  38. 25/08/2019 17:01:29