REDE IDEB BRASIL
    Comentários com:
    'idebTema: instalações, equipamentos, recursos financeiros, softwares'

    Se desejar acrescentar um comentário coloque seu número INEP e sua senha original
    (se esqueceu a senha coloque seu número INEP e marque aqui: )

    E: OU:


  1. AM:
    sobre o ideb, acho que squem coordena a premiação deviria se policiar para que não deixe a desejar, contemplamos 50 mil reais em 2014 e estamos terminando 2016 e esse dinheiro de incentivo ainda não apareceu, então o comentário aqui na escola que esse tivo de incentivo pra nossa escola não é válido, quanto a outros recursos esse ano só tivemos dinheiro do mais educação, passam o ano todo pedindo prestação de contas, acredito que perdem e pedem de novo e com isso temos que ficar fazendo promoções pra se aguentar, esperávamos que quando cobrássemos daqui pra lá, fosse igual como somos cobrados de lá pra cá, pois nossa escola está a mais de onze anos sem reforma e sabemos que reparos tem limites, precisamos mais acompanhamentos também prediais.espero que essa pesquisa surta algum efeito, pois todos os anos que estou aqui costumo responder o que tem e o que falta e bem pouco e realizado pelas pesquisas.tem algumas que mandamos até fotografias e no outro ano de novo e não mandam um prego pra perguntar de novo como está. desculpa a sinceridade.

  2. AM:
    o ideb é fator motivante para incentivar os professores a melhorarem a qualidade de suas aulas. ao verem os resultados do seu trabalho refletidos em boa nota no ideb, há uma satisfação e sentimento de dever cumprido. apesar das instalações físicas de nossa escola apresentarem precariedade e a comunidade atendida ser uma área vermelha, os profissionais se esforçam para transmitir aos alunos um ensino de excelência, em detrimento das poucas políticas de incentivo apresentadas pelos governantes.

  3. AM:
    os resultados do ideb são de suma importância para a escola. toda vez que o resultado é divulgado há uma ampla divulgação pela secretaria de educação do nosso estado e são traçadas metas para melhorar o processo de ensino e aprendizagem. a partir das orientações a escola divulga para a comunidade e traça metas para superar suas dificuldades.as instalações da escola e os equipamentos são adequados para atender os alunos.

  4. BA:
    a pesquisa é de fundamental importância para que outros setores possam colaborar nos orientando como proceder de forma correta para que os alunos possam obter uma maior aprendizagem. pois, nas últimas avaliações realizadas pelo o mec (ideb) a $escola ivani oliveira obteve melhor nota - comparando com as demais escola do município e estamos entre as melhores notas das escolas da chapada de diamantina. a nota do último ideb era para ser melhor se o município tivesse dado uma atenção maior para o nosso estabelecimento. digo, tivesse investido na melhoria da infra estrutura da escola bem como investimento para criação de uma biblioteca e ampliação do laboratório de informática, entre outros.


    abraços!!!!!

    josé

  5. CE:
    eu coordenadora dessa escola, informo que nossa escola precisa de um apoio maior da sme/mec para que possamos desenvolver melhor as atividades pedagógicas; nossa infra estrutura precisa ser melhorada, os equipamentos mobiliários e informatizados precisam ser adquiridos e inovados.informo ainda que, apesar dessa escola ser localizada em uma área de risco, com foco em usuários de drogas, as crianças em sua maioria são bem assistidas pelos os pais, apesar das condições mínimas de sobrevivência.atualmente nossa escola atende crianças de 2 a 5 anos de idade, portanto não há como avaliar os resultados do ideb. nossa escola é bastante aceita pela comunidade, nós temos profissionais muito dedicados as atividades relevantes ao ensino aprendizagem. os pais lamentam não ofertarmos vagas para fundamental i em seus anos iniciais até 2º ano por exemplo. espero que nessa nova gestão possamos conseguir esse objetivo, pois clientela nós temos.espero que nosso salário melhore, pois ganho menos que um salário mínimo como coordenadora, é absurdo, sou graduada, pós graduada, passei numa seleção através de concurso e não entendo tanto descaso com os profissionais da educação.informo que os recursos são repassados com muita demora pela escola mãe para os anexos, e seus valores não são suficientes para atender a demanda.

  6. CE:


    as políticas públicas devem levar em consideração que aprendizagem requer um ambiente favorável: instalaçoes confortáveis, internet viável, aparelhagem,infraestrutura etcetc. as escolas carecem dessa otimização para elevar a autoestima, sobretudo a dos professores, que já padecem com os baixos salários.
    pdde que não chega... recursos parcos; 0,30 percapita/merenda aluno; projetos/recursos federais suspensos...

    ainda assim, temos avançado no ideb... alcançaríamos a excelência com o exposto acima conquistado.

  7. CE:
    prezados,
    estou dirigente nesta unidade escolar deste o ano de 2013. smpre enfrentrei dificuldades na estrutura física desta. porém, os problemas vêm aumentando e a falta de equipamentos e espaços salubres está ocasionando o baixo clima escolar. meus resultados estão caindo. precisamos recuperar a estrutura física e equipara a escola com computadores, laboratórios e quadra esportiva. daí, os problemas segundários se tornarão menores e fáceis de solucionar. assim, voltaremos a rever e aceitar a leitura dos resultados do ideb e demais avaliações externas na qual a escola participa.

  8. CE:
    mesmo com todas as dificuldades de instalação, equipamentos e políticas públicas para melhoria do ensino, a escola vem desempenhando com esforços, participação das famílias, corpo docente e núcleo gestor para uma qualidade no aprendizado discente, tendo em vista os resultados alcançados ao longo dos anos, conforme dados apresentados no ideb.

  9. GO:
    primeiro ano na gestão da unidade escolar, onde realizamos um ótimo trabalho pedagógico durante o ano letivo, mas a estrutura física da escola e a falta de participação dos pais em reuniões e/ou projetos contribuíram nas notas apresentadas no ideb, pois possuímos salas quentes e muito antigas, mesmo realizando projetos desenvolvido para melhoria da unidade escolar.

  10. GO:
    nossa instituição tem instalações precárias, não possuímos quadra coberta ou nenhum espaço coberto, não possuímos laboratório de informática, ou sala de professores. ainda assim temos excelentes notas nas avaliações de sistema, e não somos valorizados para melhorias estruturais que refletirá diretamente no ensino-aprendizagem de nossos alunos, isso desmotiva muito a equipe, os alunos e os pais. mas, emos investimentos em escolas com péssimo ideb! complicado, isso tem sido visto como não reconhecimento e desvalorização.

  11. GO:
    ao responder esse questionário , fiquei imaginando o quanto seria melhor a aprendizagem de nossos alunos, se o governo tivesse um olhar diferenciado para a nossa escola . conseguimos a nota mais alta do ideb em nossa regional e as instalações continuam em péssimas condições ( a escola é construida com placas) apesar dos pequenos reparos que são feitos pela equipe escolar. temos o reconhecimento da comunidade local com muita procura dos pais, para efetuar matriculas e não temos o reconhecimento do estado com nenhum tipo de premiação ou homenagem.

  12. MG:
    a escola não atingiu a meta, mas estamos conscientes de que precisamos melhorar o nosso processo ensino aprendizagem. esperamos com a implementação da "base nacional curricular" proposta pelo mec, melhores resultados, haja visto que seguimos o currículo básico do estado de minas gerais e muitas questões avaliadas no ideb/mec, principalmente em matemática não são priorizadas. levamos mais em consideração as matrizes curriculares do simave/proeb, nosso sistema de avaliação externa. temos ainda problemas com a falta de interesse dos alunos pelos estudos e a falta de perspectiva de futuro dos nossos adolescentes, que a cada dia estão se envolvendo mais com as drogas. a escola precisa acompanhar as transformações ocorridas atualmente para atender aos interesses dos alunos, porém faltam equipamentos e instalações adequadas aos professores para que possam oferecer aos discentes uma educação de qualidade para todos.

  13. MG:
    a escola m. dr. antônio torres atende 360 alunos e possui um ideb de 7,9 . a escola não possui prédio próprio, as instalações elétricas e hidráulicas estão em péssimas condições. não existe espaço destinado à biblioteca. todos os alunos lêem os livros adquiridos pelos governo e através de recursos próprios. não há um computador para cada aluno e nem internet . a última vez em que a escola foi pintada foi com recursos financeiros adquiridos através do projeto sustentabilidade e meio ambiente em que os alunos trazem de casa material reciclável para ser vendido.

  14. MG:
    para a melhoria do desempenho dos alunos e consequentemente do ideb das escolas, vejo que primeiramente as escolas deveriam atender apenas uma modalidade como é a nossa.que as escolas fossem somente de ensino fundamental anos iniciais;somente do ensino fundamental anos finais e somente ensino médio para que o foco fosse mais concentrado na modalidade de ensino.
    seria necessário ainda que o quadro pessoal fosse mais amplo,que os professores de apoio ao aluno com necessidade especial fossem disponibilizados sem demora aos alunos;que cada escola tivesse vice-diretor,por turno,que cada escola tivessem professores alfabetizadores para intervenção pedagógica,que cada escola tivesse orientador,pois são muitos os problemas psicológicos em decorrência dos problemas sociais,falta de estrutura familiar. que houvessem mais treinamentos para os professores e melhores salários pois um salário condizente é muito motivador.
    sugiro ainda que as professores para os anos iniciais tivessem formação do curso normal,magistério a nível médio, além da graduação a nível superior.

  15. MG:
    a escola tem um ideb satisfatório, não tem problemas de disciplinas, mesmo porque ministra apenas os anos iniciais do ensino fundamental e apenas o 6º ano, dos anos finais. as famílias tem bom comparecimento e participação e em relação à provinha brasil, ficamos com a melhor média na região, tendo o trabalho elogiado por supervisores da sre. a infraestrutura é muito boa, escola em ótimas condições, pois foi totalmente reformada a menos de 2 anos.

  16. MG:
    acredito na educação. podemos ajudar muito mais do que já fazemos. para tanto seria necessário mais seriedade e políticas públicas. outro fator importante são os recursos financeiros, pois necessitamos refazer urgentemente o banheiro dos alunos, pois se encontra extremamente precário.
    apesar de nosso ideb estar além da meta, necessitamos de acompanhamento, ou pelo menos materiais para auxiliar nossos professores, pois apesar de seu profissionalismo, precisam de estímulo e atualização.

  17. MG:
    os índices do ideb são relevantes, mas o problema que se vê na educação é primeiro reformar os nossos prédios escolares. como reformar a educação com prédios da década de 50 e 60 como é o caso da nossa escola. depois uma política de incentivo como se vê no instituto federal do norte de minas que seleciona seus alunos através de uma nota simples do histórico escolar. é para se pensar nisso. quem sabe a solução de incentivo não está aí. acabaríamos com vestibulares e enem e seus problemas. daí talvez com essa possibilidade de mudar o seu futuro o aluno buscasse aprender mais numa formação continuada voltada para o futuro e não somente para estabelecer uma nota para o aluno passar de ano. daí talvez os índices do ideb melhorassem. essa é a grande reforma.

  18. MG:
    estamos em uma cidade pequena com baixas condições sócioeconômicas. a maioria de nossos alunos são provenientes da zona rural, o que contribui para baixo nível do ideb, pois os mesmos trabalham para ajudar os pais, prejudicando, às vezes, estudos extras, além disso nossa escola apresenta falta de instalações adequadas para melhor rendimento dos alunos.não possuímos quadra de esporte nem um laboratório científico, os quais são de suma importância para melhor aprendizado.

  19. MG:
    considero de extrema importância este dialogo com a direção escolar, mesmo que seja através de pesquisa, pois não se pode concluir os resultados positivos e negativos do ideb apenas com resultados das avaliações pois vários outros fatores interferem nos resultados, como por exemplo as condições que as escolas enfrentam como a violencia familiar, instalações precárias, pais ausentes nas escolas, etc.

  20. MG:
    o ideb nos ajuda muito, mais ainda precisamos de muito recurso para melhorar

  21. MG:
    nossa escola mudou de sede, fomos este ano para um prédio novo e em outra comunidade. este foi um ano de desafios pois, saímos de uma escola pequena de ensino fundamental e fomos para uma grande com ensino médio. estamos traçando o perfil de nossa comunidade para traçarmos novas metas para o próximo ano. no prédio antigo tínhamos muitos problemas de violência, prédio velho, mau conservado, sem participação das famílias, agora nossa realidade é outra, no prédio antigo nem nota do ideb tínhamos, o número de alunos reduzidos nem contava.
    att,
    luciana

  22. MG:
    o indice do ideb de nossa escola é baixo e precisa de mais investimento em nossos professores e equipamantos para nossa escola.

  23. MS:
    nossa escola tem procurado atingir melhorias na qualidade do ensino e tem demonstrado isso através das notas do ideb, porém nunca recebemos um retorno de considerações de nossa mantenedora (sed), pelo contrário, ficamos constrangidos quando recebemos a notícia de que o nosso noturno ficaria fechado, com o remanejo das turmas da eja para outra escola, com ideb menor. também estamos há vários anos solicitando autorização de funcionamento do ensino médio e sempre recebemos um parecer negativo. temos demanda, os pais sempre fazem abaixo assinados solicitando e temos um espaço físico bem estruturado, pois a escola é toda adaptada para a acessibilidade.

  24. MS:
    infelizmente, nem todos da comunidade escolar tomam consciência do seu papel e se dedicam a melhorar o nível de aprendizagem, em especial os pais, parte dos alunos e uma pequena parte da equipe docente, também nos falta recursos financeiros para melhorar o ambiente escolar, uma boa estética também é um incentivo a se dedicar aos estudos, nossa escola está a quase 15 anos sem reformar, sistema hidráulico e elétrico é o original de 28 anos atrás quando foi inaugurada, a internet é fraca e oscila, na ste, não tem computadores o suficiente para atender individualmente os alunos, temos 37 computadores, mas apenas 20 funcionando bem, falta funcionários como bibliotecários, inspetores, porteiros e até mesmo cozinheira, nossa escola está num bairro de pessoas de baixa renda, trabalhadores na sua maioria, que passam o dia inteiro fora e pouco acompanham a vida escolar dos filhos, mesmo com tamanhas dificuldades conseguimos elevar nosso índice do ideb, no fundamental i estamos acima da meta, no fundamental ii, melhoramos a nota anterior, mas ainda não atingimos a meta, mas estamos próximos.

  25. MS:
    a ee marechal deodoro da fonseca possui 600(seiscentos) estudantes do 1º ao 9º ano, tendo 10 salas que atende essa comunidade nos períodos matutino e vespertino ,apresenta um ideb excelente, porém conta com uma estrutura física deficitária como salas de laboratórios , biblioteca, sala para reforço escolar , refeitório, sala de tecnologia pequena,quadra de esporte inacabada, sabedores dessa situação, gostaríamos que o governo estadual e federal olhasse com entendimento para a nossa unidade escolar.

  26. MS:
    conseguimos achar onde erramos no ideb, a gestão atual assumiu em setembro deste ano e identificou a taxa de aprovação bem defasada na escola. assim concentramos os esforços para aumentar essa taxa de aprovação. recursos financeiros são também escassos para a escola, precisando sempre de promoções para que possamos nos auto-sustentar.

  27. MT:
    precisamos de incentivos a formação dos professores, mas também de equipamentos atualizados para atender o alunado, bem como de estratégias sociais que facilitem a vinda dos pais a escola. a nota do ideb é resultado insuficiente para dizer da qualidade de ensino de escola, em uma região de passagem como a nossa, pois as famílias mudam todo o tempo de cidade, poucos são os alunos que chegam ao 5º ano sem terem mudado de escola e de cidade ao menos duas vezes. mas entendo que ao avaliar o 2º ano ano com a provinha brasil e o 3º ano com a ana, começamos a delinear um perfil do trabalho e das direção que a escola deve seguir para melhorar.

  28. MT:
    quando a nossa escola participou do ideb ficamos com nota baixissima, recebemos um incentivo financeiro do governo para aplicar em projetos visando a melhoria do ideb da escola. mobilizamos a comunidade escolar tivemos o apoio dos pais e realizamos o contra turno de aulas ofertando aos alunos atividades diversificadas com intuito de buscar a melhoria no ensio aprendizado dos nossos alunos do ultimo ano do fundamnetal, o resultado foi surpreendente e nos conseguimos elevar o nosso ideb. foi uma satisfação muito grande e um orgulho bom de um dever cumprido. valeu todo nosso empenho. infelizmente houve o reordenamento de series e a nossa escola ficou sem alunos do ensno fundamental.
    é isto.

  29. PA:
    que através dos resultados do ideb e do questionário respondido, o fnde/mec possa viabilizar mais recursos para formação continuada do professor e de mais agentes que contribuem no processo educativo, melhoria da infra estrutura das salas de aula (climatização, etc...), criação de uma rede com a acesso a internet nas unidades escolares para o aluno e professor e aquisição de material de suporte pedagógico.

  30. PE:
    a gestão tem-se preocupado muito com o desempenho da escola no ideb, que nas últimas edições tem melhorado bastante. porém falta vontade política para melhorarmos cada vez mais, tais como, mais verbas, aulas de complementação de aprendizagem, melhor condições de estrutura da escola, professores bem capacitados e maior participação dos pais e/ou responsáveis em reuniões e eventos da escola.

  31. PR:
    considero o resultado do ideb importante para planejarmos novas estratégias dentro da escola. usamos ele para delinearmos novos caminhos, na busca da superação interna.
    compreendemos que a escola sozinha não consegue vencer todos obstáculos e precisamos de políticas públicas para resolvê-los, principalmente no que diz respeito a investimentos em novos equipamentos, infraestrutura e formação para os professores.

  32. RJ:
    nosso ideb caiu devido esses problema relatados falta de estrutura,pouca participação dos pais e falta de incentivo para os professores como aumento de salário e capacitações.se conseguíssemos melhorar essas questões,acredito que nossos resultados seriam melhores.

  33. RJ:
    o ce fany niskier está inerido em uma comunidade entre a zona urbana e rural.um grande problema é a infrequência dos alunos do enisno médio! isto não consta na pesquisa! a maioria dos professores é bastante comprometida, mas as condições de trabalho poderiam ser melhores. não há espaço para algumas atividade importantes como quadra esportiva, sendo necessário sair do colégio e usar a quadra instalada no bairro, de responsabilidade da prefeitura. nosso laboratório de informática está sucateado e o espaço da sala não é favorável! os baixos salários e a falta de reajuste a quase três anos também compromete a motivação!! as metas do ideb deveriam refletir melhor as peculiaridades de cada realidade.

  34. RO:
    que este ano 2017, a escola irá voltar mais para o ideb. tentando trazer mais a participação dos pais na escola. e que falta ainda infraestrutura para atender a demanda dos nossos alunados. sendo que nossa intenet pra nossa região é muito fraca. porem ainda temos uma grande confiança que este ano iremos mudar o nosso ideb.

  35. RS:

    atingir a média 7,8 no ideb 2015 deixou nossa comunidade escolar muito feliz, isto nos mostra que estamos no caminho certo e que nossos passos são dados como quem tem certeza de onde quer chegar. a participação da comunidade no dia a dia da escola fortalece a gestão e os resultados acontecem.nossa escola passou por um sinistro em 23/10/2016, perdemos todo um bloco ( cozinha, refeitório,biblioteca,sala dos profes,laboratório de informática,secretaria e sala da equipe diretiva) , mas isso só nos deixou mais unidos e mais fortes.trabalhamos até esta semana em espaços adaptados até que a obra fosse concluída ( demorou muito!) , mas não deixamos de desenvolver nenhum de nossos projetos pedagógicos pelo contrário iniciamos novos. visite nossa página no facebook.
    peço desculpas pela demora em responde a pesquisa mas estávamos realizando a mudança e final de ano letivo sempre é muito trabalho. obrigada pelo convite
    iara gasparetto rebelatto
    diretora

  36. RS:
    a emef luiz schroeder está inserida em um bairro onde as condições financeiras não interferem negativamente na qualidade da educação. nosso ideb foi acima das metas, o que nos deixou muito felizes. estamos sempre trabalhando para a melhoria da qualidade do espaço físico e da qualificação profissional. este ano investimos na melhoria do nosso laboratório de informática que estava sucateado. ainda não é o ideal, mas já pode ser usado por todos os alunos e professores.

  37. RS:
    fazemos o possível para melhorar o nível de aprendizagem, mesmo não dispondo de espaço físico adequado. não temos refeitório, não temos uma quadra de esportes, não temos sala de biblioteca, internet ineficaz. ainda assim, conseguimos melhorar o ideb consideravelmente. estamos satisfeitos com o trabalho desenvolvido.

  38. RS:

    ficamos felizes pelo resultado obtido nos anos iniciais, pois nosso quadro docente trabalhou muito para esta conquista, mas ainda temos muitas dificuldades financeiras na escola e não é possível oferecer tecnologia e material adequado para qualificar e melhorar o ideb dos anos finais, pois nossa escola apresenta muitas dificuldades financeiras e nosso prédio necessita de reformas urgentes, como os banheiros, pois temos apenas dois sanitários para aproximadamente 700 alunos, o que está nos causando muitos transtornos, até porque nossa escola também atende cadeirantes sem banheiros adaptados.
    enfim, são muitas as dificuldades mas esperamos que nossos gestores nos apoiem para continuarmos realizando um trabalho para que nossa instituição obtenha melhores resultados.

  39. RS:
    a nossa escola possui uma boa estrutura física, porém apesar de termos ensino básico e um número considerável de alunos, ainda aguardamos por uma reforma da rede elétrica e por um ginásio ou quadra coberta para a prática da educação física e recreação. muitas das reformas que foram feitas em nossa escola e aquisições, foram alcançadas com recursos financeiros provenientes do círculo de pais e mestre, através de promoções, rifas e trabalhos voluntários (pintura do prédio, aquisição dos climatizadores - que não podem ser usados todos ao mesmo tempo, pois não temos rede elétrica capaz de suportá-los). quanto aos ideb, percebo que os dados oscilam conforme os alunos que participam das avaliações, pois quando temos mais alunos carentes, os pais participam menos e temos mais dificuldades em focar as crianças no estudo, da mesma forma as trocas frequentes de escolas.

  40. RS:
    pensamos que é muito importante fazer avaliações na escola, porém o resultado do ideb não será satisfatório devido a atual situação da escola pública:falta de investimentos em infraestrutura, formação e valorização dos servidores.

  41. SC:
    o ideb é um índice importante, mais que diante do contexto do nosso aluno são os vários os fatores que influenciam nos resultados da escola que são baixos, como por exemplo, a pouca participação dos pais na vida escolar dos filhos, infrequência, a pouca valorização dos estudos, expectativa baixa de inserção no mercado de trabalho, pois temos alguns pais que estão desempregados, vivendo de bicos. laboratórios de diferentes disciplinas auxiliariam em aulas mais diversificadas e atraentes, mas para um professor motivado salário e tempo de planejamento fazem a diferença. um ginásio de esportes motivaria os alunos não apenas nas aulas de educação física, mas na pratica de esportes e uma nova perspectiva de continuarem até mesmo os estudos com bolsas para atletas. os nossos alunos na maioria veem da área de vulnerabilidade social, sendo a escola um dos espaços de referencia e lazer.

  42. SC:
    são diversos fatores que levam a temos uma ideb abaixo da media.

    - formação deficiente de professores, associado a baixos salários.
    - escola gerenciada por gereds que que na sua grande maioria são políticos sem o minimo conhecimento da realidade de uma sala de aula.
    - total ausência da família, na sua grande maioria desestruturadas e sem comprometimento nenhum com a educação dos filhos.
    - politicas publicas desvinculadas da realidade da sala de aula atual.
    - falta de estrutura física minima para o desenvolvimento de um bom aprendizado (como quadra coberta, sala de informatica com computadores atuais e internet com banda larga)



  43. SC:
    alguns fatores para o não aumento do ideb são a grande rotatividade dos professores, falta de comprometimento, de capacitação adequada, de estrutura física, materiais e equipamentos para a realização de aulas práticas e demonstrativas. a escola não dispõem de laboratórios e auditório para que as atividades envolvam os alunos de forma interativa, capaz de ressignificar as aprendizagens.

  44. SC:
    prezados senhores desta pesquisa.
    infelizmente
    minha insatisfação pessoal como diretora de escola:
    dimensão administrativa: falta de profissionais

    para atuar na área.
    dimenssão fisica: ambiente acolhedor.
    dimensão financeira: poucos recursos. dimensâo pedagógica:

    falta de compromisso e o descaso dos profissionais da
    educação - falta formação acadêmica destes profissionais
    desde
    a universidade. plano de cargos e salários
    que não contribui com educação de qualidade:1.
    mal remunerados;
    não reconhece o professor
    com habilitação em projetos.
    3. as licenças premios,
    licença saude, licença nojo e atestados médicos implicam na
    organização educacional ,
    bem como no processo ensino
    aprendizagem pois o sistema é demorado na admissão de outro

    professor para atuar na respectiva disciplina. exemplo:
    o professor vai ao médico, este dá um atestado médico com cid,

    o professor
    volta para a escola e apresenta o atestado.
    a assistente de educação marca a perícia e agendado para o dia seguinte.

    da perícia lança no sistema e em cima de liberação é aberta a vaga no sistema.
    dá-se a escolha. se for escolhida ok
    ou quando não for escolhida fica no sistema até um professor escolhe.
    enquanto isso a escola tem que dar suporte.
    isso leva pelo menos de 4 a 5 dias.
    ( ano de 2015,
    842 faltas de professor)como fica o ideb?
    concluindo: falta políticas educacionais que priorizem a educação e professores capacitados e comprometidos
    que realmente atuem de forma diferenciada, intencional e que promova o aluno nas suas aprendizagens,
    tendo como resultado um cidadão consciente, atuante e participativo nas sua ações.
    elma westphal kwitschal - diretora da escola.

  45. SC:
    o processo ensino-aprendizagem requer entre outros aspectos, condições melhores de trabalho. nestes dois anos devido o andamento de obras na escola de reforma, ampliação e restauro, tivemos funcionamento quase ininterrupto, ou seja, matutino, intermediário, vespertino e noturno, o que denota dificuldades relacionadas ao horário e condições de aprendizagem aos nossos alunos. no entanto, os professores e gestores da melhor forma possível procuraram trabalhar com esmero e profissionalismo. aguardamos ansiosos 2017, em que a escola retornará ao seu turno de trabalho normal. o ideb de nossa instituição está acima do índice do município de são francisco do sul, porém, é preciso continuar os esforços através de aulas mais criativas e retomada de projetos com os alunos, o que estimula a aprendizagem.

  46. SC:
    sou gestor há 7 anos e visto a camisa pelo meu trabalho, resgato valores nos alunos e tenho o trabalho como premissa em minha vida, infelizmente a burocracia atrapalha enormemente a gestão escolar, simplesmente os planejadores ou pelo menos alguns dos planejadores da educação creio eu, nunca estiveram em uma sala de aula, pois o excesso burocrático é enorme, o descaso dos governos tanto federal como estadual atrapalham o desenvolvimento de programas importantes como o mais educação por exemplo que me fez criar expectativas na escola e estamos há 2 anos sem receber os recursos para desenvolvê-lo! com isso certamente nosso ideb caiu assustadoramente nos anos iniciais!

  47. SC:
    devido a baixa do ideb nos anos finais solicitamos formação continuada, investimentos em tecnologia e materiais didáticos pedagógicos e melhoria em infraestrutura.

  48. SP:
    nossa escola está muito bem no que diz respeito a meta do ideb, apesar de problemas com as instalações, pois não temos quadra de esportes, biblioteca, nenhum laboratório , sala de professores, sala para direção e coordenação. temos apenas o básico e o mais importante - sala de aula e professores responsáveis e dedicados apesar dos baixos salários,


  49. 22/01/2020 23:37:04